Itabela: advogada de jovem supostamente vítima de estupro, emite nota de esclarecimento.

Essa notícia foi útil pra você? Compartilhe com seus amigos!

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A advogada da vítima, Dra. Janaína Panhossi, informou em nota que:

“O fato que ocorreu na quarta-feira, 25/05, na cidade de Itabela – Bahia, foi comunicado à autoridade policial, através de registro do boletim de ocorrência na delegacia local.

O delegado, por sua vez, já tomou as providências cabíveis e necessárias para apuração do delito sofrido por minha cliente, instaurando o inquérito policial, procedendo com a sua oitiva (depoimento) e ainda, expedindo as guias para realizações de exames periciais.

Agora, aguardaremos a conclusão das investigações, que estão sob sigilo por tratar-se de crime contra a dignidade sexual e visando, por óbvio, a preservação da intimidade da vítima e também do acusado.

Minha cliente e sua família, apesar de abalados com o que ocorreu, seguem confiantes de que a verdade prevalecerá e que a justiça será feita, com a responsabilização criminal do acusado”.

O suposto estupro aconteceu na noite de quarta-feira, (25/05), por volta das 18h50min, quando a mesma seguia para o Colégio Estadual Antônio Carlos Magalhães, em Itabela, e um vereador se aproximou e teria oferecido uma carona à vítima. De acordo com a vítima, o parlamentar teria parado o carro em uma rua ao lado da escola onde aconteceu o episódio.


Essa notícia foi útil pra você? Compartilhe com seus amigos!