Itabela: 13ª Festa do Café é confirmada

Essa notícia foi útil pra você? Compartilhe com seus amigos!

Depois de três anos em pausa, o Sindicato dos Produtores Rurais (SPR) de Itabela con-
firma a 13ª Festa do Café para os dias 19, 20 e 21 de agosto deste ano. O presidente da entidade, José Wiles, fez o anúncio durante a inauguração da Praça do Café, na última sexta-feira.

Com o tema Evolução e Qualidade, a 13ª da
festa contará com cronograma de palestras
voltadas para o produtor, com temáticas so-
bre produtividade, tecnologias e economia.
Para fomentar o agronegócio da região, ha-
verá área exclusiva para exposição de produtos agrícolas, como máquinas e insumos agrícolas, além de sorteio de brindes durante a programação e praça de alimentação.

Na segunda, 21, a diretoria do sindicato esteve reunida para apresentar o formato e conceito desta edição do evento.

Durante a reunião, o presidente destacou
que a comissão organizadora estará atenta
aos cuidados vigentes exigidos pelos órgãos
de saúde do estado e município.

Ainda na reunião, a diretoria defendeu a uni-
dade e parcerias para o fortalecimento da
agricultura na região. E uma das iniciativas
seria alinhar o calendário de realização da
Festa do Café com a Feira do Produtor Rural
da cidade de Itamaraju.

Lançamento da festa:

A 13ª edição da festa será lançada no dia 30
de abril, na Fazenda Maravilha, de proprieda
de de Weverson Grassi, produtor ganhador
do primeiro lugar da 5ª edição do Concurso
Regional Café Conilon de Qualidade 2021. A
data entrará para o calendário do evento
como dia oficial de abertura da safra anual
no município, como forma de fortalecer e celebrar o início do período.

Haverá também uma coletiva de imprensa e
palestra sobre café de qualidade, conduzida
por Gustavo Sturm, engenheiro agrônomo e
campeão do Coffee Of The Year 2020.

Significado:

De acordo com o presidente do sindicato, a
decisão do tema é uma forma de comparti-
lhar os processos vividos pelos produtores.
“Vivemos diversas dificuldades nos últimos
anos como a alta dos insumos, instabilidade
nos preços da saca, pandemia e as fortes
mudanças climáticas que afetaram a produ-
ção. No entanto, todos esses momentos nos
levaram à evolução e ao aperfeiçoamento do
nosso trabalho”, disse o presidente.

Na última edição realizada em 2018, a Festa
do Café movimentou cerca de 6 milhões de
reais em negócios realizados durante os dias
de evento.

Informações do BAHIA DIA A DIA.

 

 

 

 


Essa notícia foi útil pra você? Compartilhe com seus amigos!