Eunápolis. Polícia Civil dar por concluídas as investigações sobre a adolescente encontrada morta em Caraíva

Essa notícia foi útil pra você? Compartilhe com seus amigos!

Com a conclusão do laudo pericial que analisou e comparou o material genético de sete pessoas com as amostras colhidas nas genitálias da adolescente NAYRA GATTI, encontrada morta no Distrito de Caraíva no dia 10/12/2021, com lesões de violência sexual, a Polícia Civil deu por encerradas as investigações.

A coordenação de genética do Departamento de Polícia Técnica da Polícia encontrou um único perfil genético masculino nas amostras colhidas na vítima e concluiu que o material é inteiramente compatível com as amostras colhidas do investigado RENAN DE ALMEIDA OLIVEIRA, 50 anos, que se suicidou logo após ter sido ouvido e ter fornecido material genético para a análise.

RENAN foi encontrado morto na manhã seguinte, após se suicidar com o uso de uma corda, amarrada em um pé de goiaba, do quintal de sua casa, no município de Itabela/BA.

Na ocasião, ele deixou três áudios, enviados para três diferentes pessoas, incriminando outro morador de Caraíva, apontando-o como autor do crime.

Ele passou a ser investigado em face de ter saído praticamente fugido do distrito após o corpo da vítima ter sido encontrado. Além disso, passados alguns dias do fato, RENAN retornou à vila e passou a se desfazer de seus pertences, em clara intenção de ir embora definitivamente do local.

Em sua oitiva na Delegacia, RENAN negou inicialmente que estivesse naquela comunidade no dia do fato, voltando atrás desta versão após tem sido confrontado com provas técnicas, obtidas a partir de seu aparelho celular, que demonstravam que ele realmente estava no local no dia dos fatos.

Com base nas provas técnicas trazidas aos autos, concluiu-se que RENAN DE ALMEIDA OLIVEIRA foi o único autor dos crimes de estupro e homicídio qualificado.

Fonte :23ª COORPIN/EUNÁPOLIS


Essa notícia foi útil pra você? Compartilhe com seus amigos!