Eunápolis: Centro Étnico-Racial da SSP acompanha caso de intolerância religiosa

Essa notícia foi útil pra você? Compartilhe com seus amigos!

O Centro de Referência Étnico-Racial (CRER) da SSP  Mãe Stella de Oxóssi tem acompanhado o trâmite investigatório do caso de intolerância religiosa e agressão denunciados por membros do terreiro de Candomblé Logun Edé, em Eunápolis.

O CRER, coordenado pela Superintendência de Prevenção à Violência (Sprev), solicitou que a 7ª Companhia Independente da Polícia Militar disponibilize uma equipe para dar suporte aos membros, caso necessitem.

“Também estamos em constante contato com a advogada Janaína Panhossi responsável pelo caso para que possamos acompanhar passo a passo das investigações”, declarou o coordenador do CRER, major Tiago Garcez.

Fonte: Metro1


Essa notícia foi útil pra você? Compartilhe com seus amigos!