APLB Sindicato precisou pressionar prefeito para ceder o reajuste salarial dos professores, em Itabela

Essa notícia foi útil pra você? Compartilhe com seus amigos!

Depois das suspensões das atividades e sobre ameaças de outras paralisações, a prefeitura de Itabela não teve escolha e teve que cumprir o que foi determinado em lei federal de número 11.738/2008, Que em 2022 chega a 33,24%.

Nesta quinta-feira (17/03), a prefeitura municipal de Itabela por meio das suas redes sociais anunciou o reajuste. Depois de muita luta e persistência.

Após 3 paralisações do sindicato APLB nos dias 09, 14 e 18 de março, a gestão não aguentou a pressão e cedeu o reajuste de 33,50%, 7,50R$ a mais do que a lei manda.

Parabéns aos profissionais da APLB por não ter desistido e ido em busca de seis direitos. Uma grande vitória aos profissionais da educação.


Essa notícia foi útil pra você? Compartilhe com seus amigos!